terça-feira, 27 de outubro de 2009

Uma questão de honestidade

Adoro o CQC e ontem, me identifiquei demais com uma situação que apresentaram. No quadro em que o programa faz denúncias das mais variadas, foi a vez de mostrarem o "roubo" que alguns técnicos que consertam eletrodomésticos praticam. Pegaram uma máquina de lavar e contrataram um técnico que desplugou um fiozinho, fazendo com que a centrífuga da máquina não funcionasse. O técnico então, disse que, se fosse chamado para um caso daqueles, cobraria entre R$ 15 e R$ 25 pela visita.

Pois bem, o programa colocou uma câmera escondida para ver o trabalho dos quatro técnicos que foram chamados em seguida. O primeiro, identificou o problema logo e cobrou a bagatela de R$ 65 a visita. O segundo e o terceiro "criaram" problemas mais sérios e orçaram em mais de R$ 200. Apenas o último cobrou R$ 30 pela visita, após solucionar o problema e, de quebra, ganhou um comercial gratuito no programa.

A identificação com a matéria foi imediata porque eu passei por isso, neste ano. A máquina de lavar não funcionava e chamei um técnico autorizado que orçou em mais de R$ 200 (será que este é um orçamento "padrão"?). Depois, chamei o socorro da Porto Seguro, que tirou uma meia de dentro da máquina que, então, passou a funcionar normalmente.

Pra mim tudo é uma questão de honestidade que se reflete na cidadania e caráter, pois, são pessoas desse tipo que, que sempre querem levar alguma vantagem, que nos faze sempre ficar com o pé atrás com os prestadores de serviço.

Um comentário:

lgbassani disse...

Como assim de dentro da máquina???

Tem uma meia minha que sumiu quando eu morava na casa dos meus pais e nunca mais a gente teve jeito de achar...